Club de
Indaial

Blumenau celebra o dia Mundial de Combate à Pólio na Praça da Paz

Postado em: 24 de Outubro de 2017

E a Praça da Paz ficou vermelha na noite do dia 24 de outubro para lembrar a luta pela erradicação da poliomielite no mundo. Com a coordenação do Rotaract Munique, os 11 Rotary Clubs de Blumenau, juntamente com os grupos de Rotary Kids, Interact, Rotaracts e a Casa da Amizade celebraram o Dia Mundial de Combate à Pólio, Na oportunidade, o globo terrestre, representando a união dos continentes e da humanidade, recebeu iluminação especial

O simpático Zé Gotinha também se fez presente e houve ainda a entrega de flyers da campanha mundial pela erradicação da doença em todo mundo, patrocinada pelos 35.650 Rotary Clubs (1.208.116 de Rotarianos) do mundo, denominada “End Polio Now”.                                                                                                     

Rotary é o maior financiador do projeto

Quando o Rotary e seus parceiros lançaram a campanha End Polio Now, em 1985, a incidência de poliomielite caiu quase 99,9%, passando de aproximadamente 350.000 casos anuais para apenas 37 no ano passado, em apenas três países: Afeganistão, Nigéria e Paquistão.

Desde 85, o Rotary contribuiu com mais de US$ 1,7 bilhão à iniciativa para eliminar a pólio. No último ano Rotário, a arrecadação obtida pelos Clubes do Distrito 4650 (56 clubes) somou US$ 77.253,46 (R$ 241 mil). Os clubes de Blumenau responderam por aproximadamente US$ 15 mil desse montante. 

Para manter este progresso e proteger todas as crianças contra a doença, o Rotary se comprometeu a arrecadar anualmente US$ 50 milhões, durante os próximos três anos, para a causa. A Fundação Bill e Melinda Gates equiparará tal valor na proporção de 2 por 1. Sem esses fundos e o apoio governamental, a paralisia infantil poderá se espalhar novamente em países já considerados livres da doença, colocando em risco todas as crianças do mundo. 

A Pólio 

A poliomielite, doença deformadora e por vezes fatal, ainda ameaça crianças em algumas partes do mundo. O vírus da pólio invade o sistema nervoso e pode causar paralisia em questão de horas em qualquer pessoa, mas principalmente em menores de cinco anos. Apesar de não haver cura para a doença, ela pode ser evitada com a vacinação. 

Desafios 

O número de casos representados pelo 1% restante são os mais difíceis de prevenir devido a fatores que incluem isolamento geográfico, precariedade da infraestrutura pública, conflitos armados e barreiras culturais. Até que a pólio seja erradicada, todos os países permanecem em risco de terem surtos da doença. 

Giovani Vitória | Jornalista/Rotariano | Rotary Club Hermann Blumenau | Presidente da Comissão de Imagem Pública do RC Hermann Blumenau e do Distrito 4650 | Gestão 2017-2018 

Reuniões Quintas-Feiras | 20:00
Rua dos Atiradores ,152